Sobre o Cicinho:
Nome: Cícero João de Cézare

Apelido:
Cicinho (apelido que recebeu graças a sua estatura)

Cidade:
Pradópolis, no interior de São Paulo

Musica:
Sertaneja e Gospel

Paixões:
futebol e a pesca

Carreira:

   Escolinha - 1986
   Botafogo de Ribeirão Preto - 1994
   Clube Atlético Mineiro - 2001
   Botafogo do Rio de Janeiro – 2002
   Clube Atlético Mineiro 2003
   São Paulo Futebol Clube - 2004


Escolaridade:
2 ano do ensino médio

Posição:
Lateral-direito

Dinheiro:
Muito importante. Mas muito cuidado porque pode atrapalhar.

Frustração:
Contusão que tive na virilha enquanto jogava no Atlético – MG.

Mulher:
Minha mãe minhas sobrinhas

Homem:
Meu pai

Família:
Uma das principais causas por eu jogar futebol

Seleção:
O topo na carreira de um atleta

Medo:
De contusão

Tristeza:
Perder final de campeonato

Felicidade:
Ser campeão da Libertadores pelo São Paulo.

Cinema:
Com a namorada é ótimo

SPFC:
Só tenho a agradecer. Me recebeu de portas abertas e vou dar o retorno

Brasil:
Maravilhoso. Daqui, não saio nunca. Só para jogar na Europa e depois volto

Bebida
: Suco de Laranja

Diversão:
Pescar

Futebol:
Dom que Deus me deu


Sonho:
Vestir a camisa da seleção

Vitória:
Aceitar Jesus como meu Senhor e meu Salvador

Alegria:
Minha Família

Histórico:

- 01/07/2006 a 31/07/2006
- 01/06/2006 a 30/06/2006
- 01/01/2006 a 31/01/2006
- 01/12/2005 a 31/12/2005
- 01/11/2005 a 30/11/2005
- 01/10/2005 a 31/10/2005
- 01/09/2005 a 30/09/2005
- 01/08/2005 a 31/08/2005
- 01/07/2005 a 31/07/2005
- 01/06/2005 a 30/06/2005
- 01/05/2005 a 31/05/2005
- 01/04/2005 a 30/04/2005
- 01/03/2005 a 31/03/2005
- 01/02/2005 a 28/02/2005
- 01/01/2005 a 31/01/2005
- 01/12/2004 a 31/12/2004
- 01/11/2004 a 30/11/2004
- 01/10/2004 a 31/10/2004
- 01/09/2004 a 30/09/2004
- 01/08/2004 a 31/08/2004
- 01/07/2004 a 31/07/2004
- 01/06/2004 a 30/06/2004


Outros sites:

- UOL - O melhor conteúdo
- BOL - E-mail grátis

Votação:

- Dê uma nota para meu blog

Indique esse Blog


Contador:

Layout: DAC





 

 

 

 

TRISTEZA: TIME CHOROU MUITO, AFIRMA CICINHO
Segundo o lateral, Cafu, Roberto Carlos e Ronaldinhos, três dos mais criticados da seleção, "choraram igual a crianças" no vestiário. Ronaldinho fez churrasco, e Roberto Carlos, compras, após a derrota.



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 15h34
[ ] [ envie esta mensagem ]



5/07/2006 - 10h50

Jogadores desmentem Roberto Carlos sobre "linha do impedimento"

Publicidde
RODRIGO MATTOS
da Folha de S.Paulo

No jogo mais importante da seleção na Copa, contra a França, tudo deveria estar combinado --marcação individual, jogadas ensaiadas. Mas versões diferentes de jogadores para a falha da defesa brasileira no gol francês mostram que ou as ordens de Carlos Alberto Parreira não foram seguidas ou havia instruções contraditórias sobre como parar os adversários.

No lance decisivo, Henry, autor do gol, e mais quatro jogadores franceses enfrentaram só três brasileiros, Juan, Lúcio e Gilberto Silva, após a cobrança de uma falta por Zidane. Cinco atletas ficaram parados próximos da linha da grande área.

Entre eles, Roberto Carlos, que era o mais próximo a Henry -ele abaixou para ajeitar a meia enquanto o francês avançava. O lateral se isentou de culpa ao afirmar que havia uma combinação para fazer a linha de impedimento, que não foi seguida por três deles.

"Tinha uma orientação de que se ficasse em linha, mas nem sempre era cumprida. O Dida que dá a orientação para não entrar [na área]", declarou o lateral reserva Cicinho, que entrou no fim do jogo e esteve ontem no centro de treinamento do São Paulo.

Mas o próprio jogador reconheceu que a jogada nunca foi treinada por Parreira. Segundo ele, era combinada apenas entre os atletas -o técnico somente tomava conhecimento. "É de improviso, na hora."

Parreira, realmente, incentivava os jogadores a se reunirem para conversarem sobre o time e até darem sugestões táticas.

Fora de campo, o goleiro reserva Rogério confirmou que o técnico nunca treinou linha de impedimento. E desconhecia a combinação. "Mas eu não estava jogando", ressalvou.

Ele afirmou que, no São Paulo, os atletas não usam a prática de deixar adversários em posição ilegal sem que exista uma instrução do treinador. Integrante do elenco da seleção, depois cortado, Edmílson também não se lembra de o técnico ter treinado linha de impedimento. Disse que havia prioridade para treinos físicos.

Ao comentar a eliminação, Parreira disse que houve falha de marcação, mas não falou na prática da linha de impedimento. Disse que, no setor em que estava Henry, poderiam estar Kaká, um dos laterais (Cafu e Roberto Carlos) ou Zé Roberto.

Último citado, o meia e mostrou desconhecer a orientação de cobrir o setor ou a saída da área nas bolas paradas.

"Sempre recebi orientação de ficar na barreira ou no rebote. Henry estava só. Alguém deveria estar naquele setor. Foi falta de atenção. Ficou faltando algum jogador", explicou Zé Roberto à ESPN Brasil.

Ele ainda fez críticas indiretas a Parreira por não pedir marcação individual em Zidane. "Já no primeiro tempo ele teve liberdade. Cada treinador tem um conceito. De repente, seria viável botar um homem nele."

Sem se entenderem, o técnico e os atletas brasileiros deixaram os craques franceses jogarem, e o Brasil voltou mais cedo do que o previsto para casa.


- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 15h32
[ ] [ envie esta mensagem ]



 

A eliminação do Brasil na Copa do Mundo  da Alemanha, depois da derrota de 1 a 0, para a França, no último sábado, tirou o sono dos jogadores da seleção brasileira. O lateral-direito reserva Cicinho confirmu que a maior parte da delegação passou a noite em claro.

Fonte: Globo Esporte : http://globoesporte.globo.com/ESP/Noticia/0,,AA1228239-4482,00.html

obs: quem for assinante Terra, assista a entrevista do Cicinho.

 

 



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 15h26
[ ] [ envie esta mensagem ]



** Lembrando os Tempos de Atlético Mineiro **



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 13h01
[ ] [ envie esta mensagem ]



 

 

Programação da Seleção :

2 de Julho
10:00 Desjejum (até) - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

12:00 Almoço - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

1 de Julho
10:00 Desjejum (até) - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

12:30 Almoço - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

17:00 Lanche - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

18:30 Preleção - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

Após Saída do ônibus

21:00 Jogo - Brasil x França

00:30 Jantar - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

30 de Junho
10:00 Desjejum (até) - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

12:00 Almoço - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

16:15 Saída do ônibus - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

17:00 Treino - FIFA World Cup Stadium
Atendimento à imprensa após
19:00 Jantar - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

20:30 Reunião - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

22:30 Lanche - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

23:30 Recolher - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

29 de Junho
10:00 Desjejum (até) - Schlosshotel Lerbach

12:00 Almoço - Schlosshotel Lerbach

16:00 Saída do ônibus - Schlosshotel Lerbach

16:45 Treino - SSG 90 Stadion


19:00 Jantar - Schlosshotel Lerbach

20:00 Saída do ônibus - Schlosshotel Lerbach

22:30 Lanche - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

23:30 Recolher - Hotel Arabella Sheraton Grand Hotel

28 de Junho
10:00 Desjejum (até) - Schlosshotel Lerbach

12:00 Almoço - Schlosshotel Lerbach

16:00 Saída do ônibus - Schlosshotel Lerbach

16:45 Treino - SSG 90 Stadion
Zona mista antes do treino

19:00 Jantar - Schlosshotel Lerbach

22:30 Lanche - Schlosshotel Lerbach

23:30 Recolher - Schlosshotel Lerbach



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 12h00
[ ] [ envie esta mensagem ]



Para Cicinho, o que vale é o título



Segunda, 19 de junho de 2006, 18h53

Allen Chahad
Antonio Prada
Sergio Loredo
Wanderlei Nogueira
Direto de Bergich Gladbach

Imagens: Marcelo Monteiro

O lateral-direito Cicinho afirmou que se o Brasil ganhar o hexa na Copa 2006 mesmo apresentando um futebol ruim, ninguém irá lembrar da forma como a Seleção Brasileira se comportou em campo, mas sim do título.

O jogador chegou a se aquecer à beira do gramado, mas não foi utilizado na vitória da equipe do técnico Carlos Alberto Parreira no domingo, por 2 a 0, diante da Austrália, na bela Arena de Munique.

"É normal que em uma Copa do Mundo você vença, mas que nem sempre possa convencer. Se o Brasil chegar à final e ganhar o Mundial, ninguém irá lembrar se jogou feio ou se jogou bonito", destacou o jogador do Real Madrid nesta segunda-feira, em entrevista em Bergich Gladbach.



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 11h12
[ ] [ envie esta mensagem ]



"Presente de Cicinho é só em 2007", diz Cafu

O capitão da Seleção Brasileira Cafu disse que o aniversariante do dia Cicinho não vai ganhar o presente que tanto espera neste ano. Segundo ele, o lateral do Real Madrid ainda não será titular nesse Mundial.

"O presente do Cicinho só vem no ano que vem", brincou o camisa 2 que não escondeu a vontade de voltar a atuar no Mundial. Cafu ficou de fora da última partida do Brasil pela primeira fase da Copa, contra o Japão, por estar pendurado com cartão amarelo.

http://multimidia.terra.com.br/esportes/copa2006tv/interna/0,,OI76653-EI7096,00.html clique no link e assista a reportagem

Fonte: Terra



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 11h08
[ ] [ envie esta mensagem ]



Conformado, Cicinho quer posição no futuro

O lateral-direito Cicinho, que completa 26 anos neste sábado, pediu muita saúde e vigor físico como presente de aniversário. A posição de titular da Seleção, no entanto, o jogador acredita que só virá no futuro.

Cicinho estreou na Copa contra o Japão, na última quinta-feira. Apesar da boa atuação, o lateral deve ficar na reserva para o retorno do capitão Cafu.

http://multimidia.terra.com.br/esportes/copa2006tv/interna/0,,OI76658-EI7096,00.html clique no link, e assista a entrevista

Fonte: Terra



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 11h07
[ ] [ envie esta mensagem ]



 

 

Contusão de Robinho coloca Real em xeque

Jogadores de clube espanhol são os que se apresentaram em pior condição

Principal aposta de Parreira para melhorar desempenho do ataque, ex-santista faz hoje exame para saber se poderá jogar o resto da Copa

EDUARDO ARRUDA
PAULO COBOS
RICARDO PERRONE
SÉRGIO RANGEL
ENVIADOS A BERGISCH GLADBACH

A primeira lesão muscular da carreira de Robinho deve tirar do atacante sua maior chance de se firmar como titular da seleção. Dificilmente ele jogará contra Gana amanhã, às 12h, pelas oitavas-de-final da Copa.
A contusão na coxa direita reforça o estigma do Real Madrid de clube que não cuida bem de seus jogadores.
Dos quatro atletas do time espanhol convocados por Carlos Alberto Parreira, só Cicinho não dá dor de cabeça ao técnico.
Ronaldo, Roberto Carlos e Robinho são os jogadores que chegaram em piores condições físicas. O drama é semelhante em outras seleções com atletas do Real, como a França. Lá, o meia Zidane está fora de forma.
Parreira faz mistério sobre a escalação, mas até alguns atletas já davam como certa a entrada de Robinho. "Pode ser que quem entre no lugar dele se destaque", disse Roberto Carlos. Ontem, Parreira preparou Adriano, que ficara no banco contra o Japão, para jogar.
Robinho se machucou anteontem, mas o médico José Luiz Runco disse que precisa esperar 36 horas para fazer uma ressonância magnética. Segundo ele, antes desse prazo, seu resultado não seria preciso.
Só após o exame de hoje, Runco dirá se o jogador poderá atuar. Em três anos como profissional no Santos, Robinho havia se machucado só uma vez. Na ocasião, o técnico Leão o acusou de fazer corpo mole para não participar de um jogo. O atacante se transferiu para o Real na metade de 2005.
Paciente novo, Robinho tem conversado com outros atletas para tentar descobrir a gravidade da lesão. Ouviu de alguns que pode ficar 15 dias fora, o que quase o tiraria da Copa.
"Ele precisa fortalecer a musculatura, senão vai ter problemas", diz Roberto Carlos.
Esse chegou a ser um dilema para a comissão técnica do Real, que temia inflar os músculos de Robinho e tirar a sua velocidade. Quando chegou à Espanha, o atacante trabalhou com um preparador físico brasileiro, Antônio Mello, escudeiro de Vanderlei Luxemburgo.
De cara, Mello reclamou das condições físicas do elenco. Na ocasião, Ronaldo já lutava contra a balança. O preparador físico da seleção, Moraci Sant'Anna, também reclama do Real.
Além da forma em que se encontram os jogadores do clube, queixa-se de o Real divulgar em seu site que Ronaldo pesa 82 kg. Isso o deixou pressionado a pôr o atleta num peso parecido, o que, segundo ele, não é possível. Moraci afirmou na semana passada que ele estava com 90,5 kg e desagradou ao atacante por tornar isso público.
Ronaldo gera polêmica desde a chegada por se apresentar acima do peso, com 94,7 kg, segundo Moraci. Começou a engordar depois de chegar ao Real, em 2002. Havia se destacado na Copa daquele ano, em forma. Além disso, contundiu-se pouco antes de chegar à seleção. Roberto Carlos também dá sinais de não estar em forma. Não tem a velocidade de antes.



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 20h25
[ ] [ envie esta mensagem ]



 

 

 



- Postado por: Equipe Cicinho Fã Clube às 19h05
[ ] [ envie esta mensagem ]